4 fatores que mais atrasam a aprovação do crédito imobiliário

4 fatores que mais atrasam a aprovação do crédito imobiliário

O crédito imobiliário é uma das principais alternativas para quem quer realizar o sonho da casa própria mas não tem a quantia suficiente para adquirir o bem à vista. Para poder aproveitar o benefício o mais rápido possível, no entanto, é importante ficar atento para fatores que podem atrasar a aprovação do crédito e a consequente liberação do dinheiro, como não entregar a documentação completa, ter restrições no CPF e não ter uma conta no banco em que vai solicitar o dinheiro.

Confira os fatores que mais atrasam a aprovação do crédito imobiliário. 4 fatores que mais atrasam a aprovação do crédito imobiliário

Documentação incompleta

Os documentos exigidos para fazer a requisição de crédito imobiliário variam de acordo com o banco, mas, de forma geral, são identidade, CPF, comprovante de renda, comprovante de residência e declaração de Imposto de Renda.

Também é preciso apresentar a documentação do imóvel, com matrícula atualizada, certidão negativa do IPTU, comprovante de quitação de débitos do condomínio e avaliação do imóvel assinada por profissional credenciado pela instituição financeira.

Para que seu crédito seja liberado rapidamente, não deixe de conferir se você conta com a documentação completa (sua e do imóvel) e, ainda, as datas de validade exigidas para os documentos.

Restrições no CPF

Ter restrição nos órgãos de proteção ao crédito, como SPC e Serasa, pode ser um grande impeditivo para a liberação do seu crédito imobiliário. Por isso, para não perder a oportunidade de financiar um imóvel, antes mesmo de começar o processo, veja se está tudo OK com seu CPF. Caso esteja com o nome sujo, não perca tempo: procure seus credores e renegocie suas dívidas.

CTA_Gralha_Guia_Definitivo_financiamento_Imovel_fundo

Não ter conta no banco em que vai requisitar o crédito imobiliário

Para liberar o crédito imobiliário, muitas vezes os bancos exigem que a pessoa tenha uma conta corrente na instituição. Mesmo que ser correntista não seja obrigatório, fato é que os bancos costumam liberar crédito com mais facilidade para quem tem um relacionamento com a instituição.

Então, para conseguir ter seu financiamento liberado sem burocracia, pode valer a pena abrir uma conta corrente no banco em que você vai solicitar crédito ou optar pela instituição financeira com que você já tem um relacionamento na hora de escolher onde vai fazer o financiamento.

Renda insuficiente

Antes de aprovar o crédito imobiliário, os bancos fazem uma análise cuidadosa da situação financeira do cliente, incluindo eventuais financiamentos que tenha feito para a compra de veículo, móveis etc.

O crédito só é liberado se todos esses financiamentos, incluindo o do imóvel pretendido, não ultrapassarem entre 25% e 30% da renda familiar, seja individual ou do casal. Por isso, para garantir que seu crédito imobiliário será liberado, certifique-se que sua renda comprovada é suficiente.

Para ter acesso ao crédito imobiliário com rapidez, fique atento a esses fatores e evite dor de cabeça. É importante, ainda, fazer uma pesquisa com as instituições bancárias, analisar as taxas cobradas e escolher o banco que oferece as melhores condições para você.

Para ter acesso a outros conteúdos, não deixe de curtir nossa página no Facebook e ficar por dentro das últimas novidades!

CTA_Gralha_Guia_Definitivo_financiamento_Imovel_MEIO

Jeferson Gralha
Jeferson Gralha
Jeferson Gralha é especialista em transações e administração de negócios imobiliários e trabalha pela excelência contínua da prestação de serviços e melhorias do setor.
Posts Recentes

COMECE A DIGITAR E APERTE ENTER PARA BUSCAR

Saiba como definir quanto cobrar de aluguel pelo seu imóvelPensando em alugar seu imóvel? Veja como atrair locatários!