Se está em seus planos adquirir um imóvel, então você deve estar acompanhando as notícias sobre baixa dos juros e mais crédito imobiliário que vem sendo anunciadas desde junho deste ano.

O período que estamos vivendo está oferecendo inúmeras oportunidades no mercado imobiliário, portanto reunimos aqui algumas informações que vão orientar melhor quem vai investir em imóveis.

Baixa dos juros, mais crédito na praça, é hora de investir?

Segundo alguns especialistas o momento é de estabilidade. Não há previsões de grandes variações nas taxas de juros e nem da inflação.

O que vem sendo acompanhado é um trabalho mais estruturado com relação à economia do país, que tem trazido mais segurança aos investidores, que investem e acreditam mais no Brasil. Isso tem refletido no mercado imobiliário e muitas reduções em taxas de juros para financiamentos vêm acontecendo, como você pode conferir nos artigos do nosso Blog [1] [2] [3].

Caixa anuncia nova linha de crédito: realização do sonho da casa própria

No último dia 20 a Caixa Econômica Federal anunciou uma nova linha de crédito para a casa própria, que vai praticar juros entre 2,95% e 4,95% ao ano, mais a inflação oficial do país, medida pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo).

Esse novo modelo, disponível a partir dessa segunda-feira (26), é válido somente para novos contratos e poderá ser usado para financiar até 80% do valor de imóveis novos e usados, com prazo de até 360 meses. No modelo atual os contratos são corrigidos pela TR (Taxa Referencial). A Caixa cobra juros entre 8,5% e 9,75% ao ano mais TR nas suas principais linhas de crédito imobiliário, para compra de imóveis novos ou usados.

Agora o cliente poderá escolher entre o modelo atual, que cobra juros entre 8,5% e 9,75% ao ano mais TR, e o novo modelo, com juros entre 2,95% e 4,95% ao ano mais IPCA.

Exemplo de simulação com os dois modelos, apresentado pelo presidente da Caixa, Pedro Guimarães:

Imóvel de R$ 300 mil, com financiamento de 80% do valor (R$ 240 mil) por 30 anos 

  1. Modelo atual, corrigido pela TR: prestação de R$ 3.168
  2. Modelo novo, corrigido pelo IPCA: prestação de R$ 1.566 a R$ 2.050, dependendo do perfil do cliente e do relacionamento com o banco.

Nosso foco é oferecer o melhor aos nossos clientes

Aqui na Gralha Imóveis todos os profissionais acompanham as mais recentes notícias e avaliam junto com cada cliente as melhores oportunidades. Nosso foco está em esclarecer todas as dúvidas e identificar opções que atendam as condições e expectativas dos nossos clientes. O mais importante para nós é que o cliente tenha clareza das informações, portanto orientamos sobre alguns pontos de atenção.

No casso dessa redução anunciada pela Caixa Econômica Federal, é importante considerar algumas situações, como o prazo de financiamento. Esse ponto merece atenção, pois mesmo com a estabilidade prevista, com a inflação sob controle, contratos muito longos de financiamentos podem trazer algum risco, já que não há previsibilidade do índice IPCA para períodos de 15, 20 ou 30 anos.

Outra questão é se sua renda é corrigida por esse índice, o que ocorre em caso de trabalhadores assalariados. Nesse caso, as alterações do índice vão impactar a dívida, mas também o salário, o que acaba reduzindo possíveis riscos, porém os profissionais que não possuem a renda atrelada ao índice precisam avaliar com mais cautela essa situação.

Enfim, se você precisa de mais orientações e quer conhecer as oportunidades no mercado de imóveis de Florianópolis e região, venha conversar conosco.

Gralha Imóveis, bons negócios falam por nós.

referências: https://g1.globo.com/economia/noticia/2019/08/21/veja-comparativo-das-taxas-de-juros-cobradas-pelos-bancos-para-compra-da-casa-propria.ghtml, https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2019/08/20/caixa-anuncia-financiamento-da-casa-propria-corrigido-pela-inflacao.htm